Comício de Rui Barbosa no porto de Salvador
Rui Barbosa em Juiz de Fora. Apesar de não ter direito de voto, as mulheres participaram da campanha
A caminho da Bahia, Rui Barbosa prepara seus discursos na cabine do navio "Acre"
Com a morte de Rodrigues Alves, que deveria assumir a Presidência em novembro de 1918, novas eleições são convocadas. A grande imprensa indica o nome de Rui Barbosa e Nilo Peçanha tenta articular o apoio dos partidos ao candidato. Mas, defendendo intransigentemente a revisão constitucional como ponto fundamental de seu programa, Rui desagrada as principais lideranças políticas, que irão reunir-se em torno de Epitácio Pessoa. Diante desse quadro, Rui lança-se, praticamente sozinho, candidato da oposição.
Chegada de Rui Barbosa em São Paulo, abril de 1919


Animado pelo apoio popular, Rui Barbosa repetiria a tática da campanha de 1909. Em pouco mais de mês, realizou comícios e conferências no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Bahia, empolgando platéias lotadas com propostas de reforma da Constituição e defesa da questão social. Pela primeira vez um político de sua envergadura abordava numa plataforma eleitoral o problema da conciliação entre capital e trabalho. Liberal convicto, Rui admitia agora a intervenção do Estado em favor dos trabalhadores.

Rui Barbosa em 1919
Homepage
Luta pela cidadania A construção da República O vôo da águia A questão social .
 
Histórico Links Créditos Índice Bibliografia