LIVROS
ARTIGOS

A obra de Paulo Freire compõe-se de livros escritos por ele e também em parceria com escritores brasileiros e de outros países.

Educação e atualidade brasileira
. Recife, Universidade Federal do Recife, 1959, 139 p. Tese de concurso público para a cadeira de História e Filosofia da Educação de Belas Artes de Pernambuco. Aqui se encontra presente, pela primeira vez, a idéia de uma escola democrática, centrada no educando e na problemática da comunidade em que vive e atua; uma escola que, através de uma nova prática pedagógica, seja capaz de provocar no aluno a transição de sua consciência mágico-ingênua para a consciência crítica, fomentadora de transformações sociais. Com alguns retoques, esta tese foi publicada, posteriormente, sob o título Educação Como Prática da Liberdade, vindo a constituir-se na primeira grande obra de Paulo Freire.

A propósito de uma administração
. Recife, Imprensa Universitária, 1961, 90 p. Pequeno trabalho em que Freire retoma algumas idéias, anteriormente expostas em sua tese, e apresenta um relatório de administração do Professor João Alfredo Gonçalves da Costa Lima quando Reitor da Universidade do Recife.

Livros de exercícios
n. 1, 2, 3. Recife, s.n.d., 1961.

Primeiro livro do monitor
. Recife, s.n.d., 1961.

Alfabetização e Conscientização
. Porto Alegre, Editora Emma, 1963.

Educação Como Prática da Liberdade
. Introdução de Francisco C. Weffort. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1967 (19 ed., 1989, 150 p). Com o título: Educação Como Prática da Liberdade e Extensión o comunicación. Japanese Translation rights arrabged with Professor Paulo Freire. Geneva, Switzerland through Tuttle-Mori-Agency, Inc., Tokyo, 1967, 295 p. La Educación Como Práctica de la Libertad. Prólogo de Júlio Barreiro e tradução de Lilian Ronzoni. Montevideu, Tierra Nueva, 1969, 179 p. Também publicado: Santiago, ICIRA, 1970, 136 p. (sem o prólogo de Júlio Barreiro); Buenos Aires, 10. ed., Coedição Siglo XXI-Tierra Nueva, 1973, 151 p. L'education: Pratique de la Liberté. Introdução de Francisco C. Weffort. Paris, Les Èditions du Cerf, 1974, 154 p. Education As the Practice of Freedom. Introdução de Denis Goulet e tradução de Myra Bergman Ramos. Londres, Sheed and Ward, 1974, 139 p. Também publicado: Londres, Writers and Readers, 1976, XIV-162 p. Esta edição ainda contém o trabalho de Freire, Extension or communication? Ainda publicado com o título de Introdução de Francisco C. Weffort. Nova York, McGraw-Hill, 1973. Com o título Education: the practice of freedom; tradução de Loretta Slover; publicado pelo "Center for the Study of Development and Social Change". Cambridge, Mass., E.U.A., 1969. Publicado com o mesmo título, London, Writers and Readers Publishing Coop., 1976. Educazione Como Pratica della Libertà. Roma, Arnoldo Mandadori Editore, 1971. L'educazione Come Pratica della Libertà, Milano. Mandadori, 1973, pp 178 a , Linda Bimbi, pref. Francisco Weffort. Erziehung Als Praxis der Freiheit. Stutgart, Alemanha, Kreuz Verlag, 1974. Publicada em 1965, durante o seu exílio no Chile. Somente em 1967 foi editada no Brasil.

Contribuición al proceso de concientización del hombre en América Latina
. ISAL (Suplemento de "Cristianismo y Sociedad", 2:1-20), Montevideu, 1968, 103 p. Contém uma coletânea de sete artigos escritos no Chile e que, posteriormente, foram reproduzidos em: "Paulo Freire en América Latina. Textos de Paulo Freire". Fichas Latioamericanas, Buenos Aires, 1(4): 1-56.

Acción Cultural para la Libertad
. Santiago, ICIRA, 1968. Cultural action for freedom. Prefácio de João da Veiga Coutinho e tradução de Loretta Slover. Harvard Educational Review, Center for the Study of Development and Social Change (Monograpg Series nº 1), Cambridge, Mass., 1970. 55p. Publicado também com o título: Kulturaktion for Friheden. Kobenhavn: Christian Ejlers, 1974. 88 p. Este texto é uma re-edição de dois artigos de Freire: "Cultural action and conscientization" e "The adult literacy process as cultural action for freedom". Contém, porém, uma nova introdução e apêndice intitulado "To the coordinator of a cultural circle", ambos preparados pelo próprio Freire. Foi ainda publicado: Middlesex, Inglaterra, Penguin Books, 1972, 91 p. Acción Cultural para la Libertad. Buenos Aires, Tierra Nueva, 1975, 100 p. Ação Cultural para a Libertação. Lisboa, Moraes Editores, 1976. Na edição brasileira este texto aparece com o título Ação Cultural para Liberdade.

Extensión o Comunicación? La Concientización en el Médio Rural
. Prefácio de Jacques Chonchol. Santiago, ICIRA, 1969. 109 p. Também editado: Montevidéu, Tierra Nueva, 1971; Madrid, Siglo XXI, 1973 e reeditado, finalmente, em Buenos Aires, Siglo XXI Tierra Nueva, 1973. Extensão ou Comunicação? Prefácio de Jacques Chonchol e tradução de Rosiska Darcy de Oliveira. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1971 (8ª ed., 1985), 93 p. (Edição portuguesa de Freire em 1968). Extension or Communication? Prefácio de Jacques Chonchol e tradução de Louse Bigwood e Margaret Marshal. Nova York, McGraw Hill, 1973. Publicado ainda em Londres por Writers and Readers, 1976, p. XIV-162, juntamente com Education as the Practice of Freedom. Padagogik der Solidaritåt. Wuppertal, Alemanha, Peter-Hammer Verlag, 1974, 105 p.

Educación para la Concientización
; Santiago del Chile, ICIRA, 1969.

The political literacy process - An introduction. Lutherische Monatshefte, Hannover, Alemanha, outubro de 1970, 12 p. Politische alphabetisierung - Einführung ins konzepteiner humanisierenden bildung. Lutherische Monatshefte, Hannover, Alemanha, novembro de 1970, 12 p. Le processus d'alphabétisation politique. IDOC-International, Paris, 40:47-60, fevereiro de 1971. II processo de L'alfabetizzazione politica. IDOC-Internazionale, Roma, 40:27-31, fevereiro de 1971. O processo de alfabetizaçao política - Uma introdução. In: Paulo Freire. Ação cultural para a liberdade. p. 86-95.

Pedagogia do Oprimido
. New York: Herder and Herder, 1970 (manuscrito em português de 1968). Publicado com Prefácio de Ernani Maria Fiori. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1970. 218 p.(23.ed., 1994, 184 p). Também publicado: Porto, Portugal, Afrontamento, 1972, 264 p. e no Rio de Janeiro, 2 ed., Afrontamento, 1975. Pedagogia del Oprimido. Prefácio de Ernani Maria Fiori e apendice bibliográfico preparado por Hugo Assman. Buenos Aires, Siglo XXI-Tierra Nueva, 1973, 243 p. (12.ed., Buenos Aires, Siglo Veintiuno,1974, 254 p.) Sem o prefácio de Ernani Maria Fiori, foi publicado, anteriormente: Montevidéu, Tierra Nueva, 1970, 180 p. Com o mesmo título, Traducción de Jorge Mellado. Montevideo, Tierra Nueva, 1970, 1971; Siglo Veintiuno Argentina Editores, 1974, 12 ed. pp. 16, 75 y 81; em Madrid, Siglo XXI Editores, 1978; San Jose: Ministerio de Educacion Publica, 1974. Pedagogy of the Oppressed, Seabury, N.Y., 1970. Pedagogy of the Oppressed. Translated by Myra Bergman Ramos. New York, Herder and Herder. 1970. La pedagogia degli Oppressi. Milano, Oscar Saggi Mondadori, 1971, 223 p; Conciencia Critica Y Liberacion Pedagogia del Oprimido. Bogota. Bogota, Ediciones De undertrykes Paedagogik, Kobenhavn: Christian Ejlers, 1973, 177 p. Pedagogie des Opprimes. Suivi de conscientisation et revolution. Paris, Maspero, 1974, 205 p. Pedagogy of the Oppressed. Prefácio de Richard Shaull e tradução de Myra Bergman Ramos. Nova York, Herder & Herder, 1972 (6ªed., 1980), 186 p; Ainda publicado: Londres, Peguin Books, 1972; Montreal, Mthuen Publications, 1972; Seabury Press, 1980. La Pedagogia degli Oppressi. Prefácio de Linda Bambi. Roma, Arnoldo Mandadori Editore, 1971. Pådagogik der Unterdrükten. Stuttgart, Alemanha, Kreuz-Verlog. 1971; Pedagogy of the Oppressed, Translated by Giannis Kritikos. Athens: Rappas, 1974. 227 p. Também publicado: Hamburgo, Rowehlt, Alemanha, Werner Simplendorfer, Reinbex b., 1979, 156 p. Pedagogie van de Onderdrukten. Baarn, In der Toren, Holanda, J. E. A. Andriessen, van der Zande en P.J. de Yriés, 1972 (6ªed., 1975), 176 p; Pedagogie des Oprimes suivi de conscientisation et revolution. Traduit du brasilien. Paris, Maspero, 1974. Pedagogia y accion liberadora. Madrid, Zero. 1978. Hiyokuatsusha no Kyoikunaku. Tradução de Yusaku Ozawa e Tetsuji Yamamoto. Tóquio, Aki Shobo, 1979. Pedagogy of the Oppressed, New revised 20th-anniversary edition. New York, Continuum, 1993. 164 p.

Conscientisation: Recheche de Paulo Freire. Document de Travail
. Paris, Editions d'Alsace, 1971, 88 p. Em espanhol e português esta obra foi traduzida e publicada com os seguintes títulos: El mensaje de Paulo Freire. Teoria y práctica de la liberación. Tradução de Hermana Maria Agudelo. Madrid, Marsiega, 1972, 110 p. Concientización. Buenos Aires, Búsqueda-Celadec, 1974, 107 p. Concientización: Teoria y práctica de la liberación. Apresentação de Cecilio de Lora. Bogotá, Asociación de Publicaciones Educativas, Perspectivas Latinoamericanas (Colección Hoy), 1974, 107 p

Afirmative Education
. Englewood Cliffs, N.J., Prentice-Hall, 1972, 180 p. Coletânea de vários textos de Freire em inglês, até então inéditos.

Pendidikan kaum tertindas
. Jakarta, LP3ES, 1972, 207 p.

Education for critical consciousness
. Introdução de Denis Goulet e tradução de Myra Bergman Ramos, Louise Bigwood e Margaret Marshall. New York, Seabury Press, 1973, 164 p.Também publicado: Londres, Sheed & Ward, 1974; Londres, Writers and Readers, 1976. Trata-se da primeira edição em língua inglesa, em um só volume, das obras de Paulo Freire, Education: the practice of freedom e de Extension or communication?.

Educación Liberadora: dimensión política; educación liberadora: dimensión sociológica; educación liberadora: dimensión metodológica
. Bogotá, DEC-CIEC, 1973, 123 p.

Teología negra y teologia de la liberación. Salamanca, Sigueme, 1974. Las iglesias, la educación y proceso de liberación humana en la historia, Buenos Aires (Argentina), Associación Editorial La Aura, 1974, p. 52.

Educación Liberadora
. Bilbao, Zero, 1975.

Ação cultural para a liberdade e outros escritos
. Tradução de Claudia Schilling, Buenos Aires: Tierra Nueva, 1975. Publicado também no Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1976. 149 p. (8ª. ed., 1987)

La desmistificacion de la concientizacion y otros escritos
. Bogota: Editorial America Latina, 1975.

Educación y Cambio
. Buenos Aires, Búsqueda-Celadec, 1976, 88 p. Em português, com o título: Educação e Mudança.

Cartas a Guiné-Bissau. Registros de uma experiência em processo
. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1977 (4ª ed., 1984), 173 p. Cartas a Guiné-Bissau. Apuntes de una experiência pedagógica en processo. México, Siglo XXI, 1977, 180 p. Lettre a la Guinée-Bissau sur I'alphabétisation: une expérience en cours de réalisation. Tradução de Alfred Herve-Gruyer. Paris, Maspero, 1978, 181 p. Pedagogy in process. The letters to Guinea-Bissau. Prefácio de Jonathan Kozol e tradução de Carman St. John Hunter. Nova York, Seabury Press, 1978, 192 p. Ainda publicado: Londres, Writers and Readers, 1978.

Os cristãos e a libertação dos oprimidos
. Lisboa, Edições BASE, 1978, 49 p. Esta pequena obra, contendo alguns dados biográficos de Paulo Freire, constitui, na verdade, uma versão ampliada de seu artigo, "O papel educativo das igrejas na América Latina".

Theologie aus der Praxis des Volkes: Neuere studien zum Lateinamerikan. Christentun u. zur Theologie d. Befreihung
. Munchen: 1978.

Questions to answer for Miss Smith
. Genebra, Ecumenicak Press Service, 1979, s.n.p.

Consciência e história: a práxis educativa de Paulo Freire (antologia).
São Paulo, Loyola, 1979


Multinacionais e trabalhadores no Brasil. São Paulo, Brasiliense, 1979, 226 p.

Quatro cartas aos animadores e às animadoras culturais
. República de São Tomée Príncipe. Ministério da Educação e Desportos, São Tomé, 1980. Publicado, no Brasil, com o título: "Quatro cartas aos animadores de círculos de cultura de São Tomée Príncipe". In: Carlos Rodrigues Brandão (Org.) A questão política da educação popular. p. 136-95. Vier brief an animatoren von kulturzirkelm (Auszuge). In: Paulo Freire. Der lehrer ist politiker und künstler. p.168-202. Originalmente, estas cartas foram publicadas em dezembro de 1978 pela Comissão Nacional Coordenadora de Círculos de Cultura Popular como documento interno de trabalho de animadores de educação popular de São Tomée Príncipe.

Conscientização teoria e prática da libertação
, uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo, Moraes, 1980. 102 p.

Ideologia e educação: reflexões sobre a não neutralidade da educação
. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1981.

A importância do ato de ler (em três artigos que se completam)
. Prefácio de Antonio Joaquim Severino. São Paulo, Cortez/ Autores Associados, 1982. (26. ed. 1991). 96 p. (Coleção polêmica do nosso tempo)

Sobre educação (Diálogos)
, Vol. 1. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1982 ( 3ª ed., 1984), 132 p. (Educação e comunicação, 9). O livro reconstitui um diálogo entre dois educadores (Paulo Freire e Sérgio Guimarães) de duas gerações diferentes. Traz, ainda, trechos da tese de Paulo Freire, datada de 1959 e nunca antes publicados.

Educação popular
. Lins-SP, Todos Irmãos, 1982. 38 p.

The politics of education: culture, power and liberation
. Introdução de Henry A. Giroux e tradução de Donaldo P. Macedo. Hadley, Mass., Bergin & Garvey, 1985, 209 p. Traducción. al castellano a cargo de Silvia Horvath, con el título de La natureza política de la educación. Barcelona, Editorial Planeta-De Agostini, 1994, p.63. Traducción cedida por el Centro de Publicaciones del Ministerio de Educación y Ciencias y Ediciones Paidós Ibérica. Contém 201. Introdução: Contos e Casos Populares de Luiz Roberto Alves (Org.). São os textos de Paulo Freire publicados em Ação cultural para a liberdade e outros escritos, até então, inéditos em inglês. Traz ainda uma entrevista de Freire concedida ao tradutor da obra, Donaldo Macedo. São Bernardo do Campo, SP, Imprensa Metodista, 1985.

Aprendendo com a própria história
. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1987, 168 p. (Educação e Comunicação; v.19). Em co-autoria com Sérgio Guimarães.

Pådagogik der Unterdrückten: Bildung als praxis der Freiheit
. Stuttgart, Rowohlt, 1990. Irakurtzeko Egintzaren Garrantzia: elkar osatzen duten hiru idazkitan. Itzultzailea: Arantxa Ugartetxea, 1990, 81.

We make the Road by Walking: Conversations on Education and Social Change
. Philadelphia Temple University Press, 1990. Acura de Brenda Bell, John Gaventa e John Petrs. In colaborazione con Myles Horton.

Conversando con educadores
. Montevideu, Roca Viva, 1990.

A Educação na Cidade
. São Paulo, Cortez, 1991, 144 p.

Paulo Freire en El Salvador
. Comité Intergremial para la Alfabetización CIAZO. Série Educación n. 1. El Salvador, Oct, 1991, 68 p.

L'Èducation dans la ville
. Collection Theóries et pratiques de l'Èducation desl Adultes. Èditions Paidea, Paris. nov.1991.

Pedagogia da Esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido
. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1992 (3ª ed. 1994), 245 p. Publicado também com o título: Pedagogía de la Esperanza: um reencuentro con la Pedagogia del oprimido. Mexico, Silgo Veintiuno Ed., 1993. 226 p.

Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar
. São Paulo, Olho d'água, mai, 1993. (6 ed. 1995), 127 p. Publicado também com os títulos: Cartas a quien pretende enseñar. México, Siglo Veintiuno Editores, 1994. 141 p. e Teachers as Cultural Workers: Letters to Those Who Dare Teach. Tradução de Donaldo Macedo, Westtview Press. set. 1995, 150 p.

Política e Educação: ensaios
. São Paulo, Cortez, 1993, 119 p.

Cartas a Cristina
. Prefácio de Adriano S. Nogueira; notas de Ana Maria Araújo Freire. São Paulo, Paz e Terra, 1994. 334 p.

Pedagogy of the City
. New York, Continuum, 1993, 168p. Continuum, 1995, 240 p.

À Sombra Desta Mangueira
. São Paulo, Olho d'água, out. 1995, 120 p.

LIVROS ESCRITOS EM PARCERIA COM OUTROS AUTORES

-------------; ILLICH, Ivan; FURTER, Pierre. Educación para el cambio social. Buenos Aires, Tierra Nueva, 1974.
-------------& ILLICH, Ivan. Diálogo. In: Seminario Invitación A Concientizar y Desescolarizar: Conversación permamente, Genebra, 1974. Atas. Buenos Aires, Búsqueda-Celadec. 1975, 109 p.
-------------. ACQUAVIVA, ALTHUSSER et alii. Le forme dell'Umanesimo Comtemporaneo. Roma, CittàNuova, 1974.
-------------& BONDY Augusto S. Que es la Concientización y como funciona? Lima, Editorial Causachum, Distribuidora Kejia Baca, 1975, 97 p.
--------------; RUIZ OLABUENAGA, JoséI; e outros. Paulo Freire: Conscientizacion y andragogia. Buenos Aires, Paidos, 1975, 256 p. (Biblioteca del educador contemporaneo, v. 199).
-------------; CECCON, Claudius, OLIVEIRA, Rosiska Darcy de; OLIVEIRA, Miguel Darcy de. Vivendo e Aprendendo. experiências do IDAC em educação popular. São Paulo, Brasiliense, 1980, 127 p. (26ª ed., 1989).
-------------; VANNUCCHI, Aldo (Org.) e SANTOS, Wlademi dos Paulo Freire ao vivo. São Paulo, Loyola, 1983, 147 p.
-------------& BETTO, Frei. Essa escola chamada vida: depoimentos ao repórter Ricardo Kotscho. São Paulo, Ática, 1985. (6ª. ed. 1988) 95 p. (Educação em Ação).
-------------& FAUNDEZ, Antonio. Por uma pedagogia da pergunta. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1985 (3ª. ed. 1985), 158 p. Obra em que Freire e o filósofo chileno Faundez discutem suas diferentes experiências políticas e educacionais vividas durante o período de exílio de ambos.
-------------. GADOTTI, Moacir; GUIMARÃES, Sérgio. Pedagogia: diálogo e conflito. São Paulo, Cortez, 1985, 127 p.(3ª. ed.,1989) (Educação contemporânea).


Pedagogia diálogo y conflito. Buenos Aires, Cinco, 1987, 192 p.


-------------.NOGUEIRA, Adriano; MAZZA, Debora. Fazer escola conhecendo a vida. Campinas, SP, Papirus, 1986, 102 p. (Coleção Krisis). (5ª. ed, 1990).
------------. & MACEDO, Donaldo. Literacy: reading the word and the world. Mass., Bergin & Garvey, 1987, 213 p. Em co-autoria com Donaldo Macedo Prefácio de Ann E. Berthhoff e Introdução de Henry A. Giroux.
-------------; QUIROGA, Ana P. de; OLIVEIRA, Miguel Darcy de et alii. El processo educativo segun Paulo Freire y Enrique Pichon-Rivière: Buenos Aires, Cinco, 1986, 120 p.
-------------.& SHOR, Ira. Medo e Ousadia: o cotidiano do professor. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1987 (5ª. ed, 1995), 224 p. (Educação e Comunicação, 18).
-------------; NOGUEIRA, Adriano; MAZZA, Débora, (Org.). Na escola que fazemos...; uma reflexão interdisciplinar em educação popular. Petrópolis: Vozes, 1988. 109 p.
-------------& NOGUEIRA, Adriano. Que fazer: teoria e prática em educação popular. Petrópolis: Vozes, 1989. 68 p.(4ª. ed, 1993).
------------- & D'ANTOLA, Arlete. Disciplina na escola: autoridade versus autoritarismo. São Paulo, EPU, 1989, 89 p.
-------------.DAMASCENO, Alberto; ARELARO, Lisete Regina Gomes. Educação como ato político partidário. 2ª. ed., São Paulo, Cortez, 1989, 247 p.
-------------& GIROUX, Henry. Prefácio: Pedagogy, popular culture and public life: an introduction. In: Popular Culture; schooling & everyday life, de Henry A. Giroux, Rogers I. Simon & Contributors, Branby, Massachusets, Bergin & Garvey Publisers, 1989. 244 p.
-------------& FAUNDEZ, Antonio. Learning to question a pedagogy of liberation. Geneva, WCC Publications, World Council of Churches, 1989, 142 p.
-------------& GIROUX, Henry A. Introdução In: The Moral Spiritual Crisis in Education, de PURPEL, David E. Massachusetts, Bergin & Garvey Publischers. 1989. 174 p (Critical Studies in Education Series)
------------- & GIROUX, Henry A. Introdução: In: Broken Promises: reading instruction in Twentieth-Century America, de SHANNON, Patrick. Massachusetts, Bergin & Garvey Publischers, 1989, 186 p, (Critical Studies in Education Series).
-------------.& HORTON, Myles. We make the Road by Walking: conversations on education and social change. Philadelphia. Temple University Press. 1990. 256 p.
-------------. et alii. O processo educativo segundo Paulo Freire e Pichon-Riviere. Participação de Paulo Freire. Et al.;Tradução de Lucia Mathilde Endlich Orth, Petrópolis, Vozes, 1987, 80 p. (3ª. ed. 1991)
-------------.& FAUNDEZ, Antonio. Belejar Bertanya: Pendidikan yang Membebaskan. Jakarta: Gunung Mulia, 1995, 209 p.

^ voltar ao topo   imprimir este texto