You need to upgrade your Flash Player This is replaced by the Flash content. Place your alternate content here and users without the Flash plugin or with Javascript turned off will see this. Content here allows you to leave out noscript tags. Include a link to bypass the detection if you wish.
 
HOME
BIOGRAFIA
OBRAS
NÍSIA HOJE
CRONOLOGIA
FRASES
GLOSSÁRIO
PROJETO MEMÓRIA
CONTATO
LINKS
CRÉDITOS
 
 
   
DOS BASTIDORES DA SOCIEDADE PARA AS PÁGINAS DE NÍSIA
POR UMA EDUCAÇÃO IGUALITÁRIA
NO JORNAL DO COMÉRCIO, O ANÚNCIO DOS NOVOS TEMPOS
O SOFRIMENTO DO ÍNDIO E A OPRESSÃO DO IMPÉRIO
CONTRA A ESCRAVIDÃO
UM NACIONALISMO DO TAMANHO DO BRASIL
NÍSIA VIAJA PELA EUROPA E ATRAVÉS DOS SENTIMENTOS


Nísia Floresta não conheceu limites. Foi capaz de desafiar o conservadorismo de sua época. Rompeu paradigmas. Teve competência para se firmar entre a elite intelectual européia.

E sem linhas divisórias era também seu pensamento.

Nos versos de um poema sobre o sofrimento do índio, identificava-se o seu apoio às causas revolucionárias. De um relato de viagem, surgia a indignação com o regime escravocrata. E, permeando a defesa por uma educação digna às mulheres, revelava-se o seu profundo amor pelo Brasil.

Mas, se existe uma maneira de classificação, é justamente por aí que ela se pauta.

Entre livros e artigos, Nísia Floresta passeou pelo mundo das ideologias. Plural, sua obra transita por temáticas feministas, abolicionistas, indianistas e nacionalistas. E as letras que juntou intrigam, até hoje, os mais conceituados estudiosos.