Aqui você pode conectar-se com outros espaços e referências a Monteiro Lobato existentes na rede mundial.

Monteiro Lobato: vida e obra
www.lobato.com.br

Um site bastante completo, mantido sob orientação da família de Monteiro Lobato e gerido pela Monteiro Lobato Licenciamentos. Atualizado periodicamente, disponibiliza materiais para pesquisa e entretenimento.

Memória de Leitura
www.unicamp.br/iel/memoria

No site desenvolvido sob coordenação das professoras Marisa Lajolo e Márcia Abreu, do Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP, está disponível um excelente acervo sobre literatura brasileira organizado pelo Projeto Memória de Leitura, que estuda diferentes aspectos da leitura, com especial ênfase em sua história e em sua prática no Brasil. Monteiro Lobato está presente em vários trabalhos de pesquisa, ensaios e teses.

Biblioteca Infanto-Juvenil Monteiro Lobato
www.prodam.sp.gov.br/bib/lobato/bij/bib_ml.htm

Site da biblioteca infanto-juvenil inaugurada na cidade de São Paulo em 1936, que serviu de modelo para instituições similares no país. Nele o internauta encontra dados bio-bibliográficos sobre o escritor e a descrição do acervo do Museu Monteiro Lobato, com objetos pessoais e documentos, além do histórico da biblioteca e a programação de suas atividades.

Monteiro Lobato na Biblioteca Virtual do Estudante Brasileiro
www.bibvirt.futuro.usp.br/acervo/literatura/resenhas/monteirolobato.html

Textos de Monteiro Lobato e resenhas de sua obra, compilados por Esther Rosado, professora de literatura e redação.

Tatiana Belinky fala de Monteiro Lobato
www.moderna.com.br/destaque/entrevis/292en.htm

Entrevista com a autora infantil e primeira adaptadora do Sítio do Picapau Amarelo para a televisão brasileira nos anos 50.

A prisão de Monteiro Lobato
www.oabsp.org.br/main1.asp?pg=1.1.2.2&pgu=a&id_noticias=37

Na homepage da seção paulista da Ordem dos Advogados do Brasil o internauta encontra informações e detalhes interessantes sobre a trama policial armada pela ditadura Vargas que levou Monteiro Lobato à cadeia em 1941 e a atuação de seus advogados para libertá-lo.