Francisco Julião

Advogado que defendeu, a partir da década de 50, as causas dos camponeses organizados, pressionados através de subterfúgios da lei pelos senhores de terra que tentavam desarticular a organização de ligas camponesas e expulsar de suas terras os moradores do Engenho Galiléia. Para ampliar seu campo de luta, ingressou na tribuna política e elegeu-se Deputado Estadual em Pernambuco, tendo dividido o palanque com Josué de Castro, então candidato a Deputado Federal.
Nascido em 1915, teve seus direitos políticos cassados em 1964, exilou-se no México, foi anistiado em 1979 e faleceu em 1999. Foi um dos maiores ativistas pela reforma agrária no Brasil.

Imprimir este texto