Exílio

Com seus direitos políticos cassados no início do Regime Militar, Josué de Castro exilou-se em Paris. Além de participar de diversos encontros internacionais, fundou e presidiu o Centro Internacional do Desenvolvimento (CID) e lecionou na Universidade de Paris Sua tristeza aumentava na medida que o regime se fortalecia no Brasil. Josué faleceu no exílio, com saudades de sua terra, sem conseguir a anistia que tanto desejava.

Imprimir este texto