1902-19321933-1954 • 1955-1961 • 1961-1976


UM FURACÃO NA PRESIDÊNCIA (1955-1961)
1955 10/FEV JK em campanha. Rio de Janeiro, 1955 Juscelino Kubitschek é escolhido candidato à presidência da República em convenção do Partido Social Democrático (PSD).
ABR João Goulart, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), é escolhido vice na chapa de JK.
4/ABR Comício em Jataí (GO), 4/4/1955 JK assume, durante comício em Jataí (GO), o compromisso de transferir a capital para o planalto Central.
3/OUT Juscelino é eleito presidente da República com 3077411 votos, ou 36% do total. A UDN e seus aliados iniciam batalha judicial para anular as eleições.
1/NOV O coronel Jurandir de Bizarria Mamede, discursando no enterro do general Canrobert Pereira da Costa, sugere golpe militar para impedir a posse de JK e Goulart.
3/NOV O presidente Café Filho sofre ataque cardíaco.
8/NOV Carlos Luz, presidente da Câmara dos Deputados, assume o poder e se recusa a punir os militares que pregam o golpe.
10/NOV O ministro da Guerra, general Henrique Teixeira Lott, pede demissão, em protesto contra a "inclinação golpista" do novo governo.
11/NOV Para garantir a posse dos eleitos, antes de deixar o ministério Lott põe os tanques nas ruas e dá o "golpe da legalidade". Carlos Luz é deposto.
22/NOV O Congresso Nacional aprova o impedimento do presidente da República, Café Filho. Nereu Ramos, vice-presidente do Senado, assume o governo até a posse de JK.
1956 31/JAN Juramento constitucional de JK no Congresso, 31/1/1956 JK toma posse e pede ao Congresso a abolição do estado de sítio. No dia seguinte, põe fim à censura à imprensa.
FEV É criado o Conselho do Desenvolvimento, primeira tentativa de centralizar o planejamento econômico. Sob o slogan "50 anos em 5", JK lança o Plano de Metas, seu programa de governo, cujo objetivo é industrializar o país. A "meta-síntese" é a construção de Brasília.
11/FEV Oficiais da Aeronáutica se rebelam contra o governo e tomam a base aérea de Jacareacanga, no Pará. A rebelião é sufocada em dezoito dias. JK propõe e o Congresso aprova anistia para todos que tivessem participado de movimentos políticos ou militares no período de 10/11/55 a 19/3/56.
18/ABR Apresentado no Congresso Nacional projeto de lei visando à transferência da capital da República para o planalto Central.
MAI JK lança, num encontro dos bispos do Nordeste, a idéia do que virá a ser a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). Revolta estudantil no Rio, prontamente debelada. JK convida os líderes para um encontro no Palácio do Catete.
SET É lançado o primeiro miniveículo fabricado no Brasil: a Romi-Isetta, para dois passageiros.
19/SET É sancionada a Lei nº 2 874, que dispõe sobre a transferência da capital federal e cria a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), cuja presidência é entregue ao deputado federal Israel Pinheiro, do PSD de Minas Gerais.
2/OUT Lançamento da pedra fundamental de Brasília, 2/10/1956 JK faz, com pequena comitiva, sua primeira viagem ao lugar onde será construída Brasília.
10/NOV JK em frente ao cruzeiro de madeira. Brasília, novembro de 1956 É inaugurado o Catetinho, alojamento de madeira onde o presidente se hospedará durante a construção de Brasília.
14/DEZ Compra do porta-aviões inglês Vengeance, rebatizado Minas Gerais. Abre-se crise entre a Marinha e a Aeronáutica, que disputam o controle das aeronaves embarcadas no porta-aviões.
1957 FEV JK em Brasília, 1957 Começa a construção de Brasília.
18/MAR JK entre candangos. Brasília, 1957 É aprovado o Plano Piloto da nova capital, de autoria do urbanista Lúcio Costa, em concurso organizado por Oscar Niemeyer. As obras atrairão milhares de trabalhadores nordestinos, conhecidos como candangos.
1/OUT Primeira missa realizada em Brasília, 3/5/1957 JK sanciona a lei que fixa a data de 21 de abril de 1960 para a mudança da capital.
1958 16/MAR O Fundo Monetário Internacional (FMI) estabelece, no Rio, condições para concessão de empréstimo pedido por JK.
AGO John Foster Dulles, secretário de Estado norte-americano, visita o Brasil.
1959 MAI JK recebe Fidel Castro. Brasília, maio de 1959 Fidel Castro, primeiro-ministro da vitoriosa Revolução Cubana, visita as obras de Brasília.
17/JUN JK rompe com o FMI, por não aceitar as exigências feitas para a concessão de financiamentos.
3/DEZ Nova revolta na Aeronáutica. Rebeldes se apossam da base aérea de Aragarças (GO). O movimento dura apenas dois dias.
15/DEZ É criada a Sudene.
1960 23/FEV O presidente americano, Dwight Eisenhower, visita o Brasil. Por iniciativa do visitante, abre-se caminho para reatamento, em novas bases, com o FMI, que em maio concederá vultoso empréstimo ao país.
21/ABR JK e João Goulart na inauguração de Brasília JK chora na missa de inauguração de Brasília Sarah e Juscelino Kubitschek na recepção no Palácio do Planalto, 21/4/1960 Brasília é inaugurada, cumprindo o cronograma estabelecido por JK.
3/OUT Jânio Quadros se elege presidente da República. O vice, João Goulart, é reeleito.
1961 31/JAN Posse de Jânio Quadros na  presidência da República, 31/1/1961Jânio Quadros toma posse.