O TEMPO DA AMARGURA (1961-1976)

JK apóia Castelo Branco


Diante do fato consumado de que o novo presidente da República seria um militar, a ser eleito pelo Congresso Nacional, o PSD do senador Juscelino Kubitschek concordou em apoiar a candidatura do general cearense Humberto de Alencar Castelo Branco. Era um oficial que o ex-presidente havia promovido, em parte devido à insistência do poeta Augusto Frederico Schmidt, amigo de ambos.

General Castelo Branco assume a presidência da República O apoio foi sacramentado durante reunião realizada no dia 10 de abril em casa do deputado catarinense Joaquim Ramos, com a presença de JK e outros líderes do partido. Castelo, que dependia dos votos dos congressistas do PSD para se eleger, comprometeu-se a manter o calendário eleitoral e a dar posse ao candidato que fosse vitorioso em 1965.

No dia seguinte, o general estava eleito, tendo assumido a 15 de abril.